imóvel alugado

O imóvel alugado deu problemas? Como proceder?

Conseguir conquistar seu espaço, mesmo que seja com um imóvel alugado, é uma conquista muito importante para qualquer pessoa.

Mas é importante saber o que fazer se esse imóvel acabar apresentando problemas, seja na parte elétrica, infiltrações, umidades, entre outros problemas.

Quando um contrato de aluguel é fechado, a obrigação principal de quem está o alugando é garantir que o imóvel seja entregue em condições perfeitas para moradia.

E quando esse imóvel passa por algum problema, seja na placa de gesso para teto ou qualquer outro lugar, o inquilino deve analisar quem é o responsável por realizar as melhorias necessárias no local.

Este artigo te ajudará a saber como proceder caso ocorram situações como estas quando se está morando em uma residência alugada.

Problemas com o imóvel alugado

Em alguns casos, mesmo que ocorra uma vistoria prévia no imóvel, não é possível ver todos os problemas que ele pode ter, por não serem tão aparentes ou estarem escondidos.

Nisso, os problemas só vão aparecendo depois que o inquilino pega as chaves e já está de fato ocupando o imóvel já a algum tempo.

Nesse tipo de imóveis podem surgir diversos problemas diferentes, desde alguns mais graves até alguns mais fáceis de resolver, são exemplos:

  • Vazamentos de torneiras;
  • Rachadura de gesso;
  • Fechaduras emperradas;
  • Tomadas e interruptores falhando;
  • Cupins e mofo.

Todos esses problemas, se não forem resolvidos, são válidos para levar ao encerramento do contrato de locação antes mesmo do combinado.

Podendo ser alegado que o proprietário não disponibilizou o imóvel em condições seguras para moradia, como assim esperava o locatário.

Caso a manutenção pedida seja feita pela metade, fazendo com que a habitação ainda não esteja segura, também é possível rescindir o contrato sem pagar a multa estabelecida.

Mas tudo isso pode ser evitado se o proprietário garantir a colocação de um piso vinílico para áreas úmidas, por exemplo, se for preciso.

E, caso a situação do imóvel, como paredes mofadas causarem a deterioração de algum móvel do inquilino, é possível requerer a uma indenização por danos materiais.

Mas vale lembrar que tudo deve ser sempre documentado. Procure tirar fotos, gravar os locais, guardar conversas, entre outras coisas. Utilize o máximo de provas que puder a seu favor.

O responsável pela manutenção

A responsabilidade dessa manutenção dependerá do projeto que ela requer, caso seja do desejo do inquilino fazer uma parede vazada de tijolo na sala, ele é o responsável.

Assim, deve arcar com cada um dos custos necessários para o projeto, desde o pagamento da mão de obra, até os valores dos materiais e problemas que podem acontecer.

Lembrando sempre que, mesmo que o imóvel aparente ser muito resistente, é necessário ter as manutenções em dia para garantir que o projeto é seguro.

Um outro exemplo é o aquecimento de gás ou até mesmo o ar-condicionado, pois esse itens demandam uma manutenção de tempos em tempos.

E são de responsabilidade do inquilino, já que no período em que mora na casa é ele quem está usando cada um desses itens.

Já a obrigação do proprietário é fazer a manutenção desses lugares entre uma locação e outra porque ele deve garantir o bem-estar dos que irão morar no imóvel.

Por isso, caso o dono do imóvel vá alugar a casa ele pode fazer algumas mudanças para melhorar o local, como instalar uma tela de proteção para janela de banheiro e de outros cômodos.

Isso ajuda a aumentar as chances dos imóveis serem melhor vistos pelas pessoas, ou até a serem mais concorridos na hora que forem colocados para locação.

O que importa nos dias de hoje é estar sempre atrás de novos projetos para garantir que os clientes achem os imóveis mais atrativos.

Como resolver os problemas do imóvel?

Se os problemas forem internos, como um vazamento no banheiro, por exemplo, é necessário falar com os vizinhos ou o síndico do prédio para resolver.

Antes de verificar se a obrigação de fazer a manutenção do apartamento é do locatário, é preciso ver com o vizinho se ele é o responsável por fazer a manutenção na sua própria casa.

Se o problema for externo, que precise, por exemplo, de uma manutenção do projeto paisagismo jardim pequeno, é necessário falar com o síndico ou administrador do imóvel.

Quando é feito pela imobiliária, ela é responsável por uma grande maioria das manutenções de um imóvel, mas é muito mais fácil tentar resolver os problemas de maneira mais rápida.

Porém, é necessário entender que o inquilino tem a obrigação de avisar o locatário sobre qualquer problema que surja no imóvel para que ele entenda sua responsabilidade em resolver.

É necessário ter coerência em cada uma das ações a serem tomadas para que todo o concerto corra bem e para que não haja necessidade de tomar medidas drásticas como um processo.

Até porque um imóvel, mesmo que seja novo e tenha sido bem construído, sempre dará algum tipo de problema, por isso, os reparos e manutenções devem ser constantes.

Avisar dos problemas ajuda o inquilino a ter o direito de poder rescindir o contrato caso os consertos necessários não sejam feitos como devem ser.

O que importa é estar preparado para qualquer adversidade que surja, essa é a chave para alguém ter um lugar bom para morar e sem problemas.

Problemas que o inquilino deve resolver

Para quem nunca morou sozinho e está lidando com os primeiros problemas na hora de fazer a manutenção do imóvel, é preciso ter pessoas e locais de confiança para ajudar na manutenção da divisórias de vidro para banheiro e várias outras coisas, como:

  • Um encanador com boas referências;
  • Um eletricista com boas referências;
  • Saber trocar o chuveiro ou a resistência;
  • Saber furar paredes da maneira certa.

Quando alguém mora sozinho pela primeira vez é algo super normal não saber muito bem como fazer para trocar a resistência de um chuveiro ou até mesmo uma torneira.

Mas entender dessas e de outras várias atividades é essencial, pois esses tipos de problemas podem acabar acontecendo muitas vezes no imóvel.

Além disso, eles precisam ser resolvidos logo para garantir que o problema não se agrave e depois seja necessário chamar um especialista que cobrará mais caro.

Mas, caso seja preciso chamar um encanador ou um eletricista para resolver um problema mais complexo, é necessário pedir ajuda a alguém de confiança e certificar-se que aquela pessoa é capacitada para isso..

Sempre tenha salvo o contato desses profissionais porque, mesmo que o imóvel tenha sido construído recentemente e tudo nele seja novo, uma hora ou outra será necessário pedir o auxílio de algum deles.

Morar sozinho é algo que demanda bastante responsabilidade e vai muito além de ter mais liberdade, é saber instalar uma porta de vidro quando necessário, ou conhecer bons profissionais para o trabalho.

É necessário ter sempre em mente como fazer para resolver os problemas que podem acabar surgindo e ter energia para lidar com todos eles.

Tudo isso ajudará a garantir que o imóvel ficará em um bom estado de conservação e que a moradia nele será boa para quem quer que o alugue.

É importante saber também que a lei estará sempre do lado de ambas as partes. Por isso, busque entender sobre elas, assim será mais fácil saber sobre os direitos caso ocorra um problema que leve a medidas drásticas na justiça.

Essas informações devem ser sempre pesquisadas, assim como bons profissionais que possam explicar sobre os direitos imobiliários tanto do dono do imóvel, quanto de quem está alugando o mesmo.

Garanta que estará sempre bem informado e preparado para qualquer eventualidade que venha a surgir, como problemas imprevistos.

Considerações finais

O inquilino realmente é o responsável por arrumar e conservar tudo o que ele usa na casa e que acabe estragando de alguma maneira.

As manutenções dos itens que ele usa são totalmente de sua responsabilidade, seja um ar condicionado, ventilador de teto ou empresas de conserto de caixa d água de fibra.

Além das reparações do dia a dia que podem acabar sendo necessárias por descuidos do próprio morador do imóvel.

Já o proprietário é o responsável direto por obras que são mais substanciais, que têm a ver com a estrutura do imóvel ou do prédio.

As manutenções entre uma locação e outra são inteiramente de sua obrigação para ajudar o inquilino a achar o imóvel em um estado de uso perfeito.

Portanto, deve-se conhecer prestadores de serviços bons para resolver os problemas eventuais que possam surgir, como os de encanamento ou de fiação elétrica.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.