Funil de Vendas

Entenda como o Funil de Vendas irá melhorar suas vendas

O Funil de Vendas é um dos principais conceitos aplicados na construção do Inbound Marketing, como forma de otimizar os resultados obtidos por meio das ações publicitárias e como método de possibilitar a prosperidade da marca dentro do mercado.

Isso se dá porque o funil de vendas é uma estratégia que auxilia na visualização de toda a jornada de compra dos clientes, demonstrando o processo de pensamento dos compradores desde os primeiros contatos com a marca até a finalização da compra.

Além disso, quando o pipeline é construído e acompanhado corretamente, ele permite um maior controle de leads, ajudando a conduzir esse indivíduo até o fechamento do negócio e facilitando a sua fidelização.

Afinal de contas, o funil de vendas é dividido em etapas – descoberta, reconhecimento da necessidade, interesse, compra e fidelização – que descrevem o estágio que aquele potencial comprador está na sua jornada de compra.

Assim, com a devida atenção em cada uma dessas etapas é possível adotar abordagens que fortalecem o relacionamento entre esse público e a empresa, permitindo que a equipe seja capaz de qualificar esse comprador e convencê-lo a se tornar um cliente da marca.  

Vantagens de investir na construção do funil de vendas

Como dito anteriormente, a utilização de um app funil de vendas viabiliza o acompanhamento de cada uma das etapas passadas pelos compradores durante a compra. 

Essa monitoria é extremamente importante, pois permite fundamentar as decisões da gestão e a criação de estratégias em dados concretos sobre o público, seus costumes e suas necessidades.

Desta forma, além de ser crucial no processo de aumento do número de vendas e da lucratividade geral do negócio, o funil de vendas também:

  • Gera uma maior previsibilidade de venda;
  • Auxilia no fechamento de novos negócios
  • Ajuda na identificação de gargalos;
  • Melhora a efetividade da prospecção;
  • Aprimora a experiência de compra, entre outros.

Além disso, a liderança das empresas consegue utilizar o pipeline como forma de avaliar a atuação dos executivos, garantindo que o atendimento dos leads esteja sendo satisfatório e oferecendo o treinamento e orientação necessários ao aproveitamento de oportunidades.

Como definir o seu funil de vendas?

Com tantos benefícios, torna-se praticamente impossível não se sentir interessado em introduzir esse conjunto de estratégias à sua marca. Por isso, uma vez que você já está um pouco mais familiarizado com o conceito do funil de vendas, que tal colocá-lo em ação?

O primeiro passo para a construção efetiva do funil de vendas é garantir que ele seja feito de forma bastante simples e compreensível, de forma que qualquer colaborador seja capaz de entender o seu funcionamento.

A partir daí é preciso seguir as seguintes etapas:

  1. Faça o mapeamento da jornada de compra dos seus clientes

Para que seja possível o acompanhamento da jornada de compra dos clientes, primeiro, é preciso saber qual é esse processo. Uma forma de fazer isso é realizando uma pesquisa com os seus clientes atuais.

Essa pesquisa deve ter como alvo os melhores clientes e envolver perguntas acerca dos seus objetivos, principais necessidades, ambições, razões que os levam a consumir um determinado produto ou serviço, como eles passaram a conhecer a sua empresa, etc.

As informações obtidas através destes questionários podem ser introduzidas aos sistemas de crm gratuitos que ajudarão a manter esses dados mais organizados e facilitarão a construção da persona da sua empresa, bem como, o perfil do cliente ideal.

  1. Defina o topo do seu funil

O topo do funil diz respeito ao primeiro contato que o público geral tem com a sua empresa. 

Assim, independentemente se esses indivíduos chegam à sua marca por meio de plataformas digitais, por telefone ou nas lojas físicas, é crucial fazer com que essa primeira experiência seja positiva.

Além disso, torna-se necessário fazer com que essas pessoas percebam que possuem um problema que precisa ser solucionado e que a sua marca conhece a melhor forma de fazê-lo. 

Somente desta forma será possível converter os meros visitantes em leads, ou potenciais clientes.

  1. Analise onde e como concentrar os esforços do marketing

Com o auxílio de um bom mapeamento da jornada, com a devida definição do topo do funil e com um serviço de crm, você pode organizar as suas estratégias de marketing para que elas se concentrem em uma ou em várias etapas diferentes do funil.

Desta forma, será possível fazer com que os leads sigam avançando pelo funil e se interessando cada vez mais pelo produto ou serviço ofertado.

No entanto, é preciso estar muito atento pois cada estágio do pipeline possui problemas diferentes e exigem uma abordagem adaptada.

  1. Aprenda a mover os clientes no tempo correto

Tão importante quanto fazer com que esses leads se aproximem do fundo do funil de vendas e se tornem clientes, é garantir que esse processo seja feito adequadamente, evitando que voltem aos estágios anteriores ou que passem muito tempo avaliando as vantagens de investir nesta compra.

Por isso, é preciso saber como e quando mover os leads, eliminando os ruídos da comunicação e evitando compartilhamento exagerado ou comedido das informações.

  1. Análise os indicadores do seu funil

Como em todo processo industrial, uma parte fundamental da construção de um funil de vendas é o acompanhamento dos indicadores e dos resultados de cada uma das ações realizadas.

Afinal, através do estudo dos dados obtidos com o pipeline e com o uso comercial crm, é possível identificar as áreas que exigem aprimoramento, as que dão resultados positivos e as que merecem ser exploradas para a conquista de oportunidades ainda mais vantajosas.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado 

para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.