Marceneiro ou móveis planejados

Marceneiro vs móveis planejados: Qual escolher?

O mobiliário é parte essencial da decoração de interiores, e exteriores, de uma residência. Ao se mudar para um imóvel novo, os moradores podem se questionar entre escolher marceneiro ou móveis planejados para a composição dos espaços. 

A ideia é que a decoração seja formada por móveis únicos e bonitos, confortáveis e duráveis. Há a opção em comprar ambientes completos e totalmente planejados. Contudo, há pessoas habilidosas que podem montar prateleiras e suporte, entre outros objetos de madeira feitos à mão.

Todas as situações devem ser consideradas quando se trata da arrumação de um lar, restando dúvidas, pendendo entre marceneiro ou móveis planejados. 

Quando se trata de escolher o mobiliário certo para uma residência, ou mesmo para um ambiente comercial como um escritório de consultoria tributária, existem muitas possibilidades de escolha que o próprio mercado comercial disponibiliza. 

As pessoas possuem características próprias, e por isso preferem compor quartos, salas, cozinhas, banheiros, varandas, áreas de lazer, entre outros espaços, com peças personalizadas e exclusivas. 

Por outro lado, há pessoas que podem preferir peças feitas sob medida, disponíveis em lojas de móveis e decoração, que combinam com diferentes objetos e equipamentos eletrônicos que formam uma casa ou apartamento confortavelmente.

Em ambos os casos é possível alcançar uma peça personalizada, ou semi-personalizada, agregando mais personalidade aos móveis ou adequação aos espaços físicos, deixando-os mais espaçosos e com um melhor aproveitamento das áreas de circulação.

A presença imponente da madeira no dia a dia

Antes de estabelecer se há um vencedor na escolha entre marceneiro ou móveis planejados, é preciso reverenciar a presença da madeira no dia a dia da sociedade. 

Esse é um material prático utilizado há muito tempo, pois dependendo da escolha da matéria-prima, ou seja, a árvore que produz a madeira, é possível contar com móveis resistentes e duráveis, mais ou menos claros, dentre outros aspectos, agregando mais harmonia aos espaços, ou mesmo podendo compor diferentes estilos decorativos.

Outra característica marcante da madeira está na versatilidade que ela apresenta, podendo ser encontrada em diferentes tamanhos e formatos em diferentes móveis e estruturas, entre os quais:

  • Armários;
  • Cadeiras;
  • Escrivaninhas;
  • Estantes;
  • Estruturas de poltrona e sofá;
  • Mesa de cozinha;
  • Prateleiras;
  • Tampos de mesa.

A escolha da árvore originária é importante, pois dependendo da estrutura fibrosa, os produtos não cedem com o tempo, quando comparado com outros materiais. Isso inclui as madeiras mais baratas, ou mesmo o tratamento dado ao construir os móveis, como compensado, aglomerado e painéis de fibra. 

As madeiras nobres podem manter a força e imponência por décadas, passar por teste de torres de resfriamento de água e, por isso, móveis centenários são encontrados em condições de uso em sótãos e porões residenciais e comerciais. 

Aparência e presença duradoura 

A maior vantagem dos móveis de madeira, e isso vale a pena reforçar, está na aparência e no apelo, bem como a durabilidade.

A granulação e os tons da madeira genuína conferem um aspecto único, proporcionando personalidade a qualquer objeto composto por esse material.

Quando passa por um acabamento adequado, a madeira maciça tem um brilho que não pode ser igualado por qualquer outro material. 

Mesmo quando o tratamento de móveis de madeira não é mantido de forma correta, ainda assim os objetos se tornam atraentes. O acabamento desgastado faz parte de um visual rústico, porém moderno, que tem graça e conquista parte da popularidade. 

Madeira com possibilidade de reparar e restaurar

Sendo um material da natureza com uma força reconhecida e beleza duradoura, os móveis de madeira, quando danificados, geralmente podem ser totalmente reparados ou restaurados. Desde que o trabalho seja feito com ferramentas e habilidades certas. 

A madeira acabada e devidamente tratada pode suportar anos de desgaste, sem importar quais as condições de uso, seja em uma fábrica de livros infantil cristão ou prateleiras de um estabelecimento comercial.  

O mais importante é respeitar os limites naturais e a deterioração ao longo do tempo, que podem ser longevos e satisfatórios, mas ainda assim podem sofrer com alguns arranhões na superfície.  

Nesses casos, como arranhões e marcas de tinta, a superfície pode ser lixada, com o acabamento antigo sendo removido e substituído por um novo produto e garantir a proteção por mais tempo. 

Cuidados com a madeira para durar mais

Os proprietários de móveis de madeira que tomam os devidos cuidados podem contar com um elemento de composição decorativa e usual por muito tempo. 

Entretanto, há algumas situações que devem ser evitadas, e assim manter o móvel com as características originais, ou mais próximo de um aspecto novo possível. 

Sendo assim, é preciso saber que a madeira é vulnerável à água. A umidade pode danificar acabamentos, mesmo com películas protetoras, transformadores de tensão e penetrar no interior do material, fazendo com que a estrutura fique inchada e apresente rachaduras. 

Outro cuidado se mostra em relação à incidência de luz solar por um longo período, pois ela pode alterar a cor da madeira e danificar toda a superfície. 

De uma forma semelhante ao efeito que os raios UV têm sobre a pele humana, a luz solar pode quebrar as ligações químicas da madeira e fazer com que a superfície mude de cor.

Nada que um marceneiro ou artesão habilidoso não possa restaurar o acabamento anterior e, assim, devolver a cor do material ao tom original. 

Móveis de madeira com um acabamento durável e aplicação de protetor sobre o acabamento provavelmente resistem melhor à descoloração ao longo do tempo.

Os arranhões e danos causados por objetos pontiagudos nos móveis de madeira ocorrem pelo uso diário e, mesmo um aparelho de televisão pode acabar prejudicando o acabamento da superfície onde está instalado. 

É possível reparar esses tipos de danos, mas requer paciência e habilidade, que muitas vezes apenas um marceneiro está capacitado para fazer esse tipo de serviço. 

Prós e contras de marceneiros e móveis planejados

Tudo deve ser levado em consideração quando se trata de produtos feitos por marceneiros e móveis planejados de lojas especializadas nesse tipo de complementação imobiliária.

Dessa forma, é preciso estabelecer ao menos os prós e os contras para determinar como empregar móveis de madeira na decoração de uma residência. 

  1. Orçamento

A disponibilidade de dinheiro é um dos maiores diferenciais quando se trata da escolha entre o trabalho de um marceneiro e móveis planejados de uma empresa especializada. 

Tudo vai depender da origem da madeira, do tamanho do projeto, da disponibilidade de mão de obra e material, o que leva a produtos personalizados saírem mais caros do que aqueles que já contam com pranchas prontas e à disposição, mesmo que precisem de ajuste em relação a algumas medidas – afinal, geralmente há uma base de projeto a seguir.

Há gabinetes que precisam, ainda, da proteção radiológica, o que demanda outros profissionais para a realização do serviço.

As ofertas de móveis planejados podem representar uma opção econômica, em alguns casos. No entanto, tende a oferecer preços mais expressivos devido a adaptação e criação de projetos personalizados pensando na distribuição de móveis no espaço, ou mesmo considerando um objeto em específico.

Neste caso, conforme a empresa e profissionais, é preciso identificar que também há a personalização junto ao marceneiro, que tem diferenciação de preços e pode apresentar maior durabilidade por conta do uso de madeiras mais nobres. Neste caso, o preço tende a ser mais alto.

Assim, é preciso encontrar algo que se adapte às necessidades e às especificações do espaço e orçamento do proprietário.

  1. Durabilidade

Essa característica não é uma qualidade intrínseca entre móveis produzidos por marceneiros ou de lojas planejadas. 

Trata-se, na verdade, do nível de qualidade considerado por quem está contratando o serviço. Em outras palavras, há diferentes opções de materiais, profissionais e empresas no mercado. 

Existem muitas empresas que se concentram em modelos básicos, enquanto outras criam modelos prontos para o mercado de luxo, e que são duráveis.

  1. Flexibilidade

Em termos de flexibilidade, os móveis personalizados são campeões. Os marceneiros podem construir peças mobiliárias específicas e adaptadas às necessidades das pessoas, respeitando os limites e a empresa de portaria residencial.

Ainda assim, os móveis planejados podem contar com pranchas para desenvolvimento de projetos personalizados e adequados aos espaços, considerando aspectos de fluidez e circulação nos ambientes. Assim, tudo depende do projeto imobiliário. 

  1. Estilo

Outro fator que o marceneiro pode entregar de forma melhor que as lojas de móveis planejados. 

Enquanto o profissional pode trabalhar em detalhes ínfimos, criando peças exclusivas, os móveis planejados possuem características semelhantes, sem fugir do essencial.

  1. Valor de revenda

Esse é um ponto que pende para os dois lados. Ou seja, móveis personalizados por um marceneiro precisam encontrar pessoas com o mesmo estilo ou gosto pessoal, mas há uma maior facilidade de mobilidade. 

Já os móveis planejados por empresas especializadas são produzidos para áreas definidas, e que nem sempre cabem em imóveis diferentes. 

A não ser que seja um apartamento ou uma casa de condomínio com a mesma estrutura imobiliária construídos por construtoras em sp de qualquer estado, por todo o território nacional. .

Logo, o valor de revenda pode variar bastante, e não tem um vencedor nesse quesito.

Conclusão

A partir de um tratamento adequado, com os devidos cuidados sendo empregados, os móveis de madeira, independentemente se originários das mãos de um marceneiro ou de uma loja de planejados, vão resistir ao tempo – mesmo que haja diferença na qualidade da madeira.

A presença da madeira é incomparável com outros materiais, como aqueles que precisam da aplicação da técnica de laudo tecnico eletrico sobre a superfície para identificar falhas sobre as estruturas metálicas, por exemplo.

Ainda que tenham danos aparentes, eles podem ser reparados e restaurados, recuperando a beleza e a estrutura de quando novos, garantindo usabilidade e eficiência quanto à finalidade implementada. 

Por fim, vale destacar que, quem deseja obter o máximo valor dos móveis de madeira, deve se certificar de sempre comprar materiais de qualidade e procedência reconhecida, inspecionada e aprovada pelos órgãos de fiscalização. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.