ventilador

Como escolher o melhor ventilador ?

O ventilador é um equipamento presente nos lares da maioria dos brasileiros e permanece ligado, praticamente o dia todo, durante o verão. 

Não apenas nas casas, mas também em empresas e comércios. Ele refresca os dias mais quentes e melhora a circulação de ar dos ambientes, algo muito importante para a saúde e o bem-estar.

Ter uma casa bem ventilada é importante para evitar que doenças respiratórias se propaguem, inclusive no inverno, quando esses problemas são mais comuns.

Nos dias mais frios, as pessoas tendem a ficar em lugares fechados e com pouca ventilação, e isso favorece a contaminação pelos vírus. 

Entretanto, é nos dias de calor que o ventilador se torna um verdadeiro aliado da qualidade de vida.

O ar-condicionado é um equipamento que pode prejudicar a saúde em curto e médio prazo, isso porque ao sair de um ambiente muito gelado diretamente para uma região de calor, o organismo pode reagir de maneira negativa.

Mas, com o ventilador, esse problema é amenizado, além de não precisar de tantas manutenções. 

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre os benefícios de ambientes bem ventilados e dar algumas dicas para comprar um bom ventilador.

Benefícios de ambientes bem ventilados

Os ambientes precisam estar sempre bem ventilados, para permitir a circulação de ar e evitar a proliferação de vídeos.

Uma das maiores vantagens é que a troca de ar acontece com mais facilidade quando abrimos as janelas. Isso renova o ar dentro dos ambientes, eliminando as bactérias e minimizando a contaminação.

Em um projeto comercial e residencial, manter a ventilação combate mofos e proporciona um espaço menos favorável à circulação de microrganismos que provocam doenças.

Deixar as janelas sempre abertas também traz outra vantagem, que é a entrada de luz natural. Os raios solares, principalmente, pela manhã, são importantes para o organismo humano, por conta da vitamina D.

As plantas também precisam de iluminação e ela também ajuda a combater o mofo, trazendo mais vida para os ambientes.

Manter a casa sempre bem ventilada é ainda mais importante nos quartos de crianças e idosos, pois os ambientes estarão menos propensos a vírus e bactérias, protegendo a saúde daqueles com sistema imunológico fragilizado.

Como manter a residência sempre ventilada?

Abrir as janelas é fundamental para manter a casa sempre bem ventilada, mas existem outras maneiras de fazer isso.

Uma delas é garantir a ventilação cruzada, algo que costuma ser priorizado durante o planejamento de projetos arquitetônicos. Mas, mesmo quando a construção não foi projetada dessa maneira, ainda é possível garantir esse tipo de ventilação.

Chamamos de ventilação cruzada o posicionamento de janelas e portas de maneira estratégica, para facilitar a passagem de corrente de ar pelo local.

O ideal é que essas aberturas sejam posicionadas em lados opostos, pois assim o vento entra por um lado e sai pelo outro. Você pode verificar se na sua casa existem opções de ventilação cruzada.

Isso também pode ser feito em espaços comerciais com letras caixas com LED na fachada. Abra as portas dos cômodos e todas as janelas para que a corrente de ar possa circular dentro de todos os recintos.

Quem ainda está construindo o imóvel, deve levar em conta essa estratégia. Outra possibilidade é o uso de exaustores. 

Eles ajudam a trocar o ar dos ambientes, principalmente, daqueles que não contam com boas saídas de ventilação, como:

  • Banheiro;
  • Porão;
  • Sótão;
  • Despensa.

Por fim, uma dica super importante é utilizar ventilador, pois este equipamento é capaz de ajudar na ventilação como nenhum outro. Em ambientes sem ventilação cruzada, ele é ainda mais necessário.

O ventilador ajuda a trocar o ar do ambiente e de quebra evita a propagação de vírus que causam doenças. Inclusive em dias frios, é necessário ligar o ventilador para garantir a troca de ar.

Este equipamento pode ser utilizado em residências, clínicas masculinas, empresas, comércios, dentre outros espaços. 

Entretanto, existem muitas opções de ventiladores no mercado, o que pode trazer algumas dúvidas na hora de escolher.

Dicas para escolher o seu ventilador

Os ventiladores estão entre os eletrodomésticos mais procurados pelos brasileiros, pois trazem conforto térmico e colaboram com a circulação do ar.

Algumas pessoas preferem o ar-condicionado, entretanto, o ventilador não precisa de um processo de instalação complexo e muito menos de várias manutenções ao longo do ano.

Só que existem várias opções de marcas e modelos no mercado, o que faz com que as pessoas tenham muitas dúvidas na hora de escolher.

Tanto para as residências quanto para outros locais, como as clínicas pediatras, algumas dicas para escolher um bom ventilador são:

Analisar a garantia

Não existe uma regra em relação à garantia deste equipamento, mas aqueles modelos que oferecem menos de 1 ano, nem sempre são uma boa opção.

Se durante a compra você se deparar com um ventilador que oferece menos de 12 meses de garantia, fique atento à qualidade do aparelho.

O ideal é que ele tenha, pelo menos, um ano de garantia, caso contrário, pode apresentar problemas antes do prazo.

Potência do motor e consumo de energia

Não é fácil saber qual é a potência do motor de um ventilador, mas de maneira geral, essa informação se relaciona com a capacidade de rotações por minuto do equipamento.

Quanto maior for o número de rotações, mais potente é o aparelho e mais energia ele consome. 

De qualquer forma, procure ventiladores com selo Procel, pois isso garante um consumo de energia elétrica mais favorável.

Ventilação e vazão de ar

Boa parte dos fabricantes de ventiladores prefere não disponibilizar claramente a capacidade de ventilação ou índice de vazão de ar.

Lembrando que uma empresa pode escolher um modelo que combine com seus móveis para escritórios, mas procure avaliar a medida em metro cúbico por segundo.

Se o ambiente for muito pequeno, o ideal é utilizar o ventilador com capacidade de ventilação entre 1 m³ por segundo e 1,7 m³ por segundo.

Se o cômodo for um pouco maior, o ideal é entre 25 m³ e 35 m³, e para os espaços muito grandes, modelos de 35 m³ conseguem suprir suas necessidades.

Rotação por minuto e disposição das pás

Essas características influenciam muito no desempenho do ventilador, visto que a quantidade de pais, o modo como elas são inclinadas e o índice de rotação por minuto são características intrínsecas da capacidade do equipamento.

Aqueles que possuem até 250 rotações por minuto são as melhores opções, tendo em vista que se o ventilador é mais forte do que isso, pode incomodar as pessoas que ficam muito próximas a ele.

Além de escolher um bom modelo, depois da compra, é muito importante saber como cuidar, para que o ventilador dure mais tempo.

Dicas para cuidar do seu ventilador

Assim como um ar condicionado pequeno, ventilador precisa de alguns cuidados básicos para durar mais tempo.

Um desses cuidados é a manutenção e limpeza, pois isso ajuda na circulação do ambiente, além de ser um processo bem simples.

Antes de começar a limpá-lo, certifique-se de que está fora da tomada, e com um pano úmido com água e sabão neutro, limpe as hélices uma a uma. Se seu equipamento possui peças de metal, também pode utilizar produtos de polimento.

Essa limpeza evita que a poeira acumulada no aparelho prejudique a pintura de parede externa e interna. 

Ademais, a cada 6 meses, passe um pouco de óleo lubrificante nas partes móveis ou coloque um pouco de graxa, caso seja necessário.

Em cidades litorâneas, é comum que a maresia provoque ferrugem nos ventiladores, por essa razão, a cada 3 meses, aplique produtos anti ferrugem nas peças metálicas.

Procure observar barulhos, rangidos ou peças com folgas. Caso seu ventilador apresente algum desses problemas, desligue-o imediatamente e procure um profissional especializado, caso não consiga identificar o que está acontecendo.

Por fim, nunca deixe seu ventilador ligado na tomada o tempo todo, principalmente quando não estiver sendo usado. 

Além de gastar energia, o equipamento pode sofrer uma sobrecarga e queimar os circuitos internos.

Com esses cuidados, o ventilador vai funcionar por muito mais tempo e a ventilação de ar da sua casa estará garantida.

Conclusão

Sendo assim, residências, empresas, hotel para casais, dentre outros estabelecimentos precisam garantir a boa ventilação do ar em todos os seus ambientes.

O melhor equipamento para isso é o ventilador, pois ele não gela os cômodos, como no caso do ar-condicionado. 

Pelo contrário, ele proporciona a ventilação de ar, refresca a temperatura e ainda evita uma série de problemas de saúde.

Neste artigo, você conheceu um pouco mais sobre esse equipamento, os benefícios que ele traz e como escolher o melhor modelo para a sua casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.