Bicicleta

Bicicleta como meio de transporte: muito além do lazer

Transporte sustentável e saudável, o veículo te ajuda a economizar e a andar mais rápido em relação aos deslocamentos do dia a dia. Conheça a história da Holanda, onde há mais bicicletas que carros

Em que momento você aprendeu a andar de bicicleta? Exige um pouco de equilíbrio e de treino, mas esse é um conhecimento passado de geração para geração, há mais de dois mil anos, quando o veículo de duas rodas movido por pedais foi inventado. 

Do modelo clássico à bicicleta elétrica, pessoas do mundo todo se locomovem de bike, sendo esse um dos meios de transporte mais utilizados do globo, tanto em países onde a maioria das pessoas não pode arcar com outro modal quanto em países ricos, como a Holanda, onde há mais bicicletas do que carros pelas ruas.

Vamos usar a Holanda como exemplo, já que 9 a cada 10 holandeses utilizam a bicicleta como meio de transporte, fazendo com que o local seja conhecido internacionalmente por isso. A primeira coisa que você precisa saber é que não foi sempre assim. 

A Holanda já teve trânsito caótico e alto número de acidentes. Foi em 1970 que isso começou a mudar, quando a própria população protagonizou campanhas para melhorar a infraestrutura para os ciclistas e para desestimular o uso de carros. O governo percebeu que isso podia ser vantajoso e fez investimentos na área.

Foi uma verdadeira mudança de cultura, que tem servido de exemplo para diversas outras localidades, incluindo outros países da Europa e o próprio Brasil. De fato, a bicicleta pode trazer muito mais praticidade à rotina de quem vive nas cidades e, neste texto, você entenderá os principais motivos.

Sustentabilidade

O primeiro motivo pelo qual a bicicleta deve ser incentivada é o fato de ser um meio de transporte sustentável que não utiliza combustíveis fósseis, altamente poluentes. Começar a se locomover mais de bike é uma ótima forma de fazer sua parte a fim de conter o avanço das mudanças climáticas.

Economia

Justamente por não gastar com combustível, andar de bicicleta também é uma ótima forma de economizar. Mesmo que você vá comprar um veículo, equipamentos de segurança e precise providenciar manutenção de vez em quando, os preços costumam ser acessíveis. Na maioria dos dias, você não gastará nada.

Ainda, há o modelo de bicicletas compartilhadas, em que você encontra a bike em um posto de retirada, utiliza-a e a devolve posteriormente. Isso faz com que não seja necessário comprar uma bicicleta.

Saúde

Como a bike é movida por suas próprias pernas, esse também é um ótimo exercício físico. Quem pedala com frequência pode até abrir mão da academia, pois já terá um estilo de vida mais saudável enquanto pedala por aí. É uma prática que ajuda a queimar calorias e a fortalecer os músculos, ou seja, sua saúde vai agradecer.

Diversão

Não por acaso, muita gente utiliza as bicicletas como lazer. O exercício pode ser mesmo muito prazeroso, ainda mais depois que você adquire prática. Primeiro porque, ao se movimentar, o corpo libera endorfina, hormônio que dá uma sensação de bem-estar. Outro motivo é que o vento na cara também é uma delícia.

Para tornar a prática ainda mais divertida, experimente sair para pedalar sem compromisso de chegar a lugar algum, apenas pelo prazer. Pode ser num parque, no calçadão da praia ou na ciclovia daquela avenida bonita da sua cidade. Leve os amigos, as crianças e até o cachorro para passear junto.

Agilidade

As bicicletas também são formas rápidas de se locomover pelas cidades, especialmente onde há ciclovias e ciclofaixas. Elas são formas de evitar o trânsito, especialmente nos horários de pico, o que pode fazer com que você ganhe tempo.

Em distâncias maiores, há, ainda, a opção de utilizar a bike em um dos trechos, pegando um ônibus ou um metrô para completar o trajeto, por exemplo. As bicicletas compartilhadas, as quais você pode deixar em diferentes estações pela cidade, são boas opções para fazer isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.