Sala de jantar integrada à cozinha: praticidade e estilo

Neste artigo você verá algumas tecnicas para deixar no estilo uma Sala de jantar integrada à cozinha: praticidade e estilo. Leia nosso artigo

Saiba montar um ambiente harmônico e funcional.

A sala de jantar e a cozinha são dois ambientes que se complementam, como o próprio nome indica. No entanto, nem sempre é fácil uni-los de forma harmônica, principalmente em residências com espaço pequeno.

A escolha adequada de móveis e o planejamento na hora de estruturar a organização do cômodo são os dois pontos principais para quem deseja aproximar os ambientes.

Ilhas, conjuntos de mesa, cristaleiras e outros móveis podem fazer parte da lista de compras de quem pretende tirar do papel o projeto de união entre sala de jantar e cozinha. Hoje, traremos dicas de como fazer esse processo de forma eficiente.

 

O que não pode faltar no ambiente?

Essa é a primeira pergunta que deve ser feita, antes mesmo de preparar a lista de compras. O passo inicial para começar a montar um ambiente, é analisar de forma crítica quais móveis e acessórios não podem faltar.

Tendo em vista a funcionalidade da cozinha e da sala de jantar, alguns itens não podem ficar de fora. Confira abaixo a lista completa:

  • mesa para realizar as refeições;
  • cadeiras que acomodem toda a família;
  • armários e cristaleiras para guardar a louça;
  • bancada ou espaço para preparar as refeições;
  • fogão ou cooktop;
  • geladeira;
  • eletrodomésticos extras (air fryer, liquidificador, forno elétrico, etc.).

Com esses itens básicos, já é possível montar um ambiente aconchegante e funcional para realizar as refeições do dia a dia ou receber visitas.

Praticidade e estilo nas escolhas

Não basta ter uma cozinha equipada com todos os itens necessários e uma sala de estar acoplada com mesa e cadeiras. Para transformar o ambiente em um só espaço, é necessário combinar estilos.

Combinando as cores

As cores devem ser as protagonistas da sua decoração. Antes mesmo de comprar qualquer móvel ou utensílio doméstico, é necessário estabelecer uma paleta de cores que deve ser seguida em toda a decoração.

A principal dica é escolher poucas cores vibrantes, que conversem entre si, e equilibrá-las com os tons neutros como branco, preto, cinza e marrom. Assim, o ambiente ganha vida sem se tornar desarmonioso.

Combinando o estilo

Uma vez escolhida a paleta de cores, é hora de garantir itens eficientes e estilosos. Para isso, é possível seguir a lista do tópico anterior, tendo cuidado com a combinação dos itens.

A regra geral é apostar em um único estilo, seja ele clássico, rústico ou moderno. A mistura entre estilos requer mais cuidado, portanto, para não correr o risco de errar, é melhor escolher um estilo e segui-lo até o fim.

Combinando a iluminação

A iluminação é um tópico muitas vezes esquecido quando se trata de decoração. Entretanto, é muito importante se atentar a esse detalhe na hora de unir sala de jantar e cozinha em um só ambiente.

As cozinhas pedem por uma iluminação mais intensa, uma vez que os alimentos devem ser preparados com precisão e segurança. A sala de jantar, por sua vez, pede uma iluminação mais sútil, que não incomode durante as refeições.

Para tornar o ambiente viável sem atrapalhar nenhuma função, é preciso iluminar pontos estratégicos. Uma ótima pedida é apostar na iluminação intensa focada apenas na área da bancada.

Dando os toques finais

Depois de escolher os móveis, o estilo e a iluminação, o ambiente deve estar quase pronto. Agora é hora de acrescentar os itens de decoração para tornar o ambiente aconchegante durante as reuniões em família.

Dica extra: na hora de comprar a sua decoração, lembre-se que esse ambiente também será usado para preparar alimentos. Escolher materiais de fácil limpeza pode auxiliar na praticidade no dia a dia.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.