horta vertical

Como ter uma horta vertical dentro de um apartamento?

As cidades foram responsáveis por gerar um acinzentamento do dia a dia, por isso, muitas pessoas buscam maneiras de dar um toque de verde na rotina, e uma das formas mais interessantes é por meio de uma horta vertical

Além de economizar muito espaço, essa parte ecológica da casa ou apartamento pode oferecer temperos, legumes e frutas frescos, orgânicos e deliciosos. 

Existem muitas formas de explorar essa horta, mas é preciso saber como montar e realizar a manutenção. 

A horta vertical surgiu como uma solução prática para quem quer cultivar pequenas plantas em um espaço reduzido. Essa é uma técnica desenvolvida por especialistas em jardinagem para plantar na ordem vertical e suspensa em suportes fixados no teto ou nas paredes. 

Se antes uma pessoa que mora nos grandes centros urbanos precisaria de uma cortina romana com estampas naturais para dar um toque de verde no apartamento, agora com a horta vertical é possível proporcionar a presença de plantas de verdade e úteis no dia a dia.

Plantas, flores, hortaliças, temperos, ervas e outra infinidade de tipos de vegetais podem ser cultivados sem muito trabalho e com a estrutura disponível em um apartamento. 

A grande questão é como cuidar desses vegetais e os cuidados para uma horta vertical que funcione. 

Se a desculpa para não dar esse toque de verde dentro de casa era a falta de espaço, ela pode ser descartada. Isso porque existem modelos de hortas verticais que ocupam menos de um metro quadrado e exigem pouco investimento tanto na criação quanto na rotina. 

Com essa técnica de jardinagem, além de um jardim caseiro que encanta ao olhar, também é possível melhorar a qualidade da alimentação com temperos frescos e outros ingredientes colhidos em tempo real. 

As hortas verticais são desenvolvidas e destinadas com o pensamento de solucionar o problema de falta de espaço disponível. 

Elas podem se adaptar a qualquer ambiente com boa incidência de luz do sol, mas é mais comum encontrá-las em casas pequenas ou apartamentos. 

Além dos benefícios visuais, para a atmosfera do ambiente e alimentícios, as hortas verticais ainda criam uma atividade tranquila no meio do dia a dia e da correria da cidade. O cuidado com a horta vertical pode ser uma atividade desconectada e alegre em família. 

O que é uma horta vertical?

Quem começa a se atentar para a manutenção da  casa e junto a isso querer melhorar a alimentação, logo chega a conclusão de que precisa começar uma horta doméstica, muitas vezes o custo e o espaço podem parecer fatores limitantes, mas existem soluções. 

As hortas verticais se apresentam como uma boa opção para quem gosta de cozinhar com temperos e ingredientes frescos e quer dar um toque de charme natural para a casa ou apartamento. 

A horta vertical não depende de nenhum grande equipamento ou estrutura, ao contrário de um outdoor mockup, essa instalação pode ser instalada em qualquer ambiente da casa com incidência de luz solar e acesso a uma fonte de água. 

Além de dar um toque encantador à casa, a horta vertical oferece alimentos vegetais de diversos tipos com excelente qualidade e com a geração de uma atividade divertida e relaxante, o contato com a terra pode ser excelente para a saúde física e mental. 

Contudo, para que a horta atinja sua maturidade e seja possível realizar colheita e consumo dos itens plantados, é preciso que algumas questões sejam levadas em conta. Seguindo alguns cuidados básicos é totalmente possível ter uma horta produtiva em casa. 

Uma das questões mais importantes é a escolha do local onde a horta será instalada, além de levar em consideração o fluxo da casa ou apartamento é necessário checar se o espaço tem todas as necessidades que os vegetais precisam para se desenvolver. 

A estrutura precisa estar voltada para uma fonte de luz na maior parte do dia, permitindo a fixação das raízes ao mesmo tempo que garante a vazão da água usada na regagem. Essa horta pode ser feita de produtos recicláveis como garrafa de água personalizada.

Assim como hortas maiores, essa horta vertical precisa de atenção à qualidade do sono, irrigação e as formas certas de colheita e poda. Aprender e realizar essa atividade é também um hobbie que muitas pessoas adotam para relaxar e se desconectar do cotidiano. 

Quais pontos se atentar para cuidar de uma horta vertical

Apesar de ser um projeto simples e super adaptável para qualquer espaço, é importante esclarecer que alguns cuidados são essenciais para que a horta vertical cresça saudável e dê frutos com eficiência. 

O primeiro ponto a ser entendido é que existem diferentes tipos de hortas verticais, desde as pré moldadas presentes no mercado atual de jardinagem até as construídas de forma artesanal usando materiais como calota aro 14

Essas diferentes formas são utilizadas para se adaptar a diversos ambientes, desde um grande quintal até a varanda mínima de um apartamento. 

O primeiro cuidado necessário é identificar qual o espaço disponível e qual o modelo que se adapta melhor ao ambiente. 

Depois disso é preciso se atentar para algumas questões fundamentais para o bom desenvolvimento de qualquer plantio: 

  • Solo nutritivo e bem preparado;
  • Acesso a água fresca com frequência; 
  • A instalação das plantas nas estruturas adequadas; 
  • A realização da poda e da colheita da forma adequada.

Mesmo se você tiver acesso às melhores sementes de um determinado fruto, sem o solo correto dificilmente esse plantio vai vingar. 

Isso porque é a partir da terra que as plantas extraem nutrientes necessários para o desenvolvimento assim como espalham suas raízes.

Pedras, argilas e outros elementos retirados da limpeza de prédios podem ser utilizados para manter a saúde do solo e manter a sua permeabilidade tanto para a água que conduz os nutrientes da terra como para as raízes que firmam a planta e absorvem essas fontes. 

A hidratação do jardim vertical também é uma questão importante. Em via de regra, é comum explicar que deve-se regar uma vez ao dia em períodos de clima mais úmido, em semanas de menos chuva essa rotina pode ser de duas sessões de hidratação ao dia. 

É importante que o equilíbrio se mantenha por todo o processo de plantio, desde a adubagem do solo até a inclusão de uma rotina de hidratação, na falta, a planta tende a morrer de desnutrição, em excesso a planta se satura e também não gera frutos. 

Como montar uma horta vertical simples do zero

A criação de uma horta vertical é uma forma muito eficiente de renovar a atmosfera da casa. Isso porque ela oferece um excelente custo benefício e é muito mais fácil de ser instalada do que a realização de uma impermeabilização de estofados

Com materiais básicos e de fácil acesso é possível que uma pequena varanda de apartamento ganhe mais vida e a cozinha mais sabor com temperos e ingredientes frescos e orgânicos. 

Com tábuas de madeira, vasos, pregos materiais para acabamento, sementes e um pouco de terra já é possível criar um pequeno espaço com suporte para o plantio de temperos. Essa simplicidade pode ser incrementada conforme o espaço e a criatividade. 

Ocupando menos espaço que uma tela de proteção para apartamento é possível instalar uma horta completa que além de seus frutos vai dar mais charme para o lar. 

O plantio e o cuidado diário em contato com a terra também pode ser uma atividade relaxante e de prazer. 

Quando se fornecem todas as estruturas de solo, luz e água para as plantas se desenvolverem, em poucos dias já serão vistos os primeiros ramos nascendo e que futuramente poderão gerar frutos saborosos e frescos.

A poda deve ser feita não só por questão estética, mas também para manter as plantas vivas, com melhor uso dos nutrientes. 

Na hora de colher esses frutos, sejam temperos, verduras ou frutas, é necessário cortar toda a ramificação do fruto colhido. 

Considerações finais

Portanto, com muito menos trabalho que uma concretagem de pisos é possível renovar os ares da casa com a instalação de uma horta vertical. 

Essa técnica de jardinagem permite que até os menores apartamentos tenham um toque de verde e uma fonte de temperos deliciosos. 

Além de ervas, essa estrutura permite o plantio de frutas, verduras e hortaliças sem dificuldades e com pouquíssima dificuldade de manutenção. As hortas verticais podem ser montadas em moldes próprios ou com o uso de materiais recicláveis como paletes e pneus. 

Para que se possa colher os frutos literais desse jardim vertical é preciso escolher bem as sementes e realizar cuidados de rotina simples mas essenciais. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.