Bullet journal

Bullet journal: saiba o que é e como montar o seu

Descubra como esse método de organização usando Bullet journal pode ajudar no seu dia a dia

Para quem adora organização e está bem ativo nas redes sociais, com certeza já ouviu falar do bullet journal, que é uma nova forma de organização pessoal desenvolvida para facilitar o planejamento das pessoas.

O bullet journal é uma forma de criar uma agenda personalizada, na qual você consegue ter mais liberdade para adicionar aquilo que faz mais sentido com a sua rotina no momento de se organizar.

Mas será que esse método realmente funciona? Neste artigo, você conhecerá mais sobre essa metodologia, como ela surgiu, de que forma funciona e como você mesmo pode começar a criar seu bullet journal com o que tem em casa!

O que é bullet journal?

O Bullet Journal, também conhecido como Bujo, é um método de organização criado pelo designer Ryder Carroll, que tinha muita dificuldade para encontrar e utilizar suas anotações de forma produtiva.

Para superar esse desafio, ele optou por usar o papel e desenvolver seu próprio método pessoal de organização. No final, ele conseguiu reunir em um só local diversos formatos de conteúdo, como listas de tarefas, calendários, projetos futuros, acompanhamento de hábitos, entre outros.

Com isso, foi possível adaptar todos os elementos da sua vida em um só caderno e, ao mesmo tempo, criar uma prática terapêutica que ajuda as pessoas a considerarem seus propósitos enquanto planejam seu dia, semana, mês ou ano.

Para que serve um bullet journal?

Observando o método por uma perspectiva mais prática, o Bullet Journal é uma forma de criar uma agenda personalizada para a sua vida, onde a cada página você mesmo adiciona as informações que fazem mais sentido para a sua organização.

Uma característica muito forte desse método é a flexibilidade dele. Quando trabalhamos com agendas, precisamos nos adaptar ao que já foi construído nas suas páginas. Mas, quando utilizamos o Bullet Journal, nós mesmos decidimos o que terá em cada página e como irá nos ajudar a atingir algum objetivo.

Dessa forma, o método consegue se adaptar às diversas rotinas que as pessoas possam ter, fazendo com que ele possa ser facilmente utilizado por um grande número de pessoas, já que ele possui um valor acessível e pode se adaptar a realidade de todos.

Como montar seu bullet journal?

O primeiro passo para montar o seu bullet journal é ter um caderno. Ele pode ser de qualquer modelo que você preferir ou tiver em casa. Caso você prefira comprar um novo, pode ser mais interessante adquirir um que tenha linhas pontilhadas, pois isso vai facilitar na hora de criar suas páginas.

Com o seu caderno e uma caneta em mãos, você já está pronto para montar seu bullet journal. Para isso, você pode começar a separar seu bullet em seções que o ajudarão a se organizar. Abaixo selecionamos as seções que são geralmente criadas, mas você sempre pode adaptá-las à sua realidade!

Índice

Uma prática importante ao trabalhar com o bullet journal é enumerar todas as páginas e criar um índice, que vai ajudar você na hora de encontrar alguma página específica. Por conta disso, é comum que os bullet journal comecem pelo índice, onde geralmente é separado de 1 a 2 páginas para ele.

Legenda dos símbolos

Neste método, as pessoas trabalham com diferentes pontuações para classificar tarefas, eventos, notas, entre outros. É daí que vem o seu nome “bullet”, que significa ponto.

As pessoas utilizam as pontuações de diversas maneiras. Abaixo criamos uma legenda de possíveis pontos que você pode utilizar no seu bullet.

  • Bolinha (•) para indicar tarefas;
  • Asterisco (*) para indicar eventos;
  • Hífen (-) para indicar notas.

Você também pode criar símbolos para quando alguma ação for feita. Por exemplo, quando você finalizar uma tarefa ou evento, pode marcar um X em cima dos símbolos. Ou quando elas forem canceladas, pode colocar um travessão — nos símbolos. A escolha de como isso tudo vai funcionar é sua! No lugar dos símbolos, você também pode utilizar cores.

Calendário Mensal

Após ter definido o índice, você pode seguir criando sua página de calendário mensal. Aqui você adiciona todas as datas do mês atual com os eventos importantes, como aniversários, feriados e viagens.

Você pode utilizar a sua criatividade e definir suas metas mensais, colocar uma lista das principais atividades que precisa realizar no mês vigente ou adicionar os hábitos que deseja manter ou criar no decorrer do mês.

Organização Semanal e/ou Diária

Após ter criado seu calendário mensal, você pode seguir criando em uma ou mais páginas uma visualização de como serão as semanas do seu mês ou os dias. Aqui é possível detalhar bastante e adicionar as principais atividades que devem ser realizadas em cada semana do mês, utilizando os símbolos criados anteriormente para indicar o que é cada uma delas.

Collections

Por fim, você pode seguir criando collections ou seções extras do seu bullet. Essas seções são totalmente personalizadas e ajudam você a acompanhar algo importante da sua vida.

Você pode criar páginas para listar as leituras do ano ou do mês, registrar o andamento dos seus hábitos, criar planos completos para atingir algum objetivo e até mesmo criar uma lista de compras.

Essas páginas devem ser preenchidas com o que fizer mais sentido para a sua vida e o que realmente vai ajudar você a manter uma boa organização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.