Motoristas de caminhão na europa: Falta de profissionais, oportunidades à vista

Titulo:

URL: /faltam-motoristas-de-caminhao/

Palavra chave: motoristas

Meta description: A retomada econômica pós-pandêmica demonstra como o mercado está desregulado, e explica os desvios de preços de produtos e serviços por todo o mundo, não é apenas no Brasil que os itens básicos estão caros.

Volume: 1.101

Links: 2

Imagem: 1

Plágio: (0%) 

 

Faltam motoristas de caminhão na europa, oportunidades à vista.

A retomada econômica pós-pandêmica demonstra como o mercado está desregulado, e explica os desvios de preços de produtos e serviços por todo o mundo, não é apenas no Brasil que os itens básicos estão caros. A falta de motoristas de veículos pesados também está impedindo a queda dos preços.

 

Brasília, 27 de setembro de 2021  |  Tempo de leitura: 3min

 

Não é um fenômeno recente, a falta de motoristas para caminhão para transporte de veículos no Brasil e por todo o mundo, uma parte do motivo desta falta de profissionais de transportes se deve ao simples preconceito que alguns exercem sobre a profissão, outra parte são dificuldades regulatórias temporárias e às vezes permanente.

 

O mercado é assim, vive entre a escassez e o excesso. Parte do problema é a gestão da economia pelo livre mercado, que justamente não acompanha os números e não enxerga a escassez iminente, como no caso da falta de motoristas para transportadoras na Europa, onde o escasses mais crítica se encontra no território do Reino Unido, recentemente separado do euro, por conta do “brexit”. Para quem deseja se informar mais a respeito, sugiro procurar no google o significado da palavra “brexit”, é um neologismo escrito em inglês, então é um pouco difícil a interpretação.

 

Já sobre a falta de motoristas para transportes no Reino Unido, soma-se o fato a questão do controle da imigração, diferententemente da nossa cultura, no exterior os estrangeiros não são tão bem vistos, obviamente que a cultura brasileira também não é assim completamente afeita às diferenças, temos os nossos pecados também, mas no exterior o assunto é bem mais sério.

 

Há falta de motoristas também para transportes de mudanças df , para combustíveis, para alimentos e para toda a cadeia de suprimentos do Reino Unido, segundo dados do próprio ministério do trabalho europeu, o número de motoristas de caminhões em falta soma-se na casa dos 100.000, onde destes, 10.000 motoristas são vagas para início imediato nas transportadoras.

Excesso de regulação, retira os motoristas do mercado

Como não existe gestão governamental, monitorando o volume de mão de obra disponível, acaba-se neste círculo vicioso, que é este de perceber a falta de mão de obra, tarde demais. O Reino Unido, passa hoje por esta desregulação, que pode tornar-se crônica, na medida que o preconceito contra a profissão de motorista para caminhão permanece, para desgosto das transportadoras.

 

Poucos cidadãos europeus, desejam para suas carreiras profissionais, exercer a profissão de motorista de cargas, não é uma ocupação digna, segundo o ponto de vista europeu, mas hoje por conta desta escassez, os salários aumentaram e o número de vagas de emprego em transportadoras cresceu na europa para esta atividade laboral.

 

A regulação do trabalho na europa é outro fator impeditivo, não basta apresentar sua habilitação em direção de veículos pesados, emitida em outros países, é necessário validar o conhecimento do candidato a motorista em solo europeu, as autoridades do Reino Unido querem impor uma regulação própria para admissão de novos motoristas estrangeiros nas transportadoras, que justamente atrasa todo o processo.

 

Quem sofre mais são os próprios cidadãos do Reino Unido, que enfrentam filas para abastecer veículos com combustível, não por falta de transporte de combustível, mas por falta de motoristas transportando isto até os postos de abastecimento nas cidades.

 

Por conta da facilidade da entrega e de acordo com preferência dos motoristas remanescentes, as entregas estão sendo priorizadas para postos de combustíveis instalados nas auto estradas do Reino Unido, então os clientes estão tendo que literalmente viajar, para fora dos grandes centros urbanos, para abastecer os veículos e fazer o transporte das compras de supermercado.

Oportunidades para motoristas na europa

Tradicionalmente a atividade de caminhões e cargas são ocupadas por estrangeiros na europa, principalmente por portugueses. Então, para quem é motorista de caminhões habilitado no Brasil, acaba possuindo mais chances de ser aceito como profissional do transporte na Europa, seja pela questão da língua ou pela necessidade em se contratar milhares de motoristas no Reino Unido.

 

A comunidade de motoristas de pesados na Europa, acaba recebendo melhor o motorista de caminhão brasileiro, por conta da língua, já que a comunidade de transporte é operada pelos nossos irmãos portugueses.

Para quem se interessar em ingressar no mercado de trabalho europeu, como motorista de caminhão deve providenciar primeiramente a autorização de habilitação internacional, emitido em solo brasileiro, esta habilitação especial é aceita no exterior como atestado de proficiência em direção de veículos pesados à leves.

 

Deve-se também providenciar toda a papelada para obter um passaporte no Brasil, todo o processo de emissão de um passaporte válido pode levar até 60 dias dependendo da região, onde o processo de emissão de passaporte é solicitado.

 

Muita coragem é necessária para quem pretende emigrar para o exterior, é necessário desenvolver um espírito aventureiro e ampliar a autoconfiança, viajar a turismo é bem diferente de mudar-se para o exterior, é necessário todo um planejamento prévio. 

 

Conheça e visite o consulado do Reino Unido no Brasil, pergunte mais e se informe das suas reais chances de trabalho no exterior como motorista de caminhão, o consulado é o local onde pode-se obter a informação sobre as reais oportunidades de trabalho no exterior. Prepare-se para enfrentar muitas barreiras linguísticas e culturais.

Motorista de caminhão, ganhando em euro

O salário médio de um motorista de caminhão na europa, pode chegar a 2 mil euros por mês, em tempos de escassez como o que está sendo vivido neste final de ano, as horas extras também contam, sendo considerado uma remuneração adicional de mais 20%, na média salarial.

 

As condições de trabalho também não das mais agradáveis, mesmo na europa, o clima é sempre um fator a ser considerado, na europa a maior parte do tempo ou o clima está gélido ou nublado e para quem nasceu em um território solar, como no caso do Brasil, é uma questão adicional a ser considera.

 

Algumas empresas europeias costumam também abusar da boa vontade do trabalhador estrangeiro, é bom para quem inicia a sua atividade laboral na europa, se enturmar rapidamente e participar de organizações sindicais de trabalhadores. Como no Brasil, existem os maus companheiros de trabalho e empresas de transporte que não respeitam seus funcionários, é necessário uma luta constante para equilibrar o interesse do motorista com o interesse das empresas transportadoras.

 

Antes de embarcar de vez para a europa e pagar a sua vaga de motorista de cargas, avalie todos os percalços com antecedência, não entre em território europeu sem o devido visto de trabalho, se legalmente trabalhar no Reino Unido ja é difícil, sendo ilegal as condições são muito pirores.

 

Ronaldo Luis Gonçalves

Pai, Marido, Escritor, Engenheiro de Software, Empreendedor Digital atuando no mercado de marketing digital, é também redator de diversos sites na internet.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.