posicionamento de marca

8 técnicas para elaborar um posicionamento de marca

Posicionamento sempre foi um dos elementos essenciais para o sucesso, esse vocabulário é bem conhecido no esporte, mas também é essencial no mundo dos negócios. O posicionamento de marca é fator imprescindível para negócios de sucesso. 

Sendo assim, quem não entende muito bem o que exatamente isso quer dizer ou como fazer, terá tudo explicado a seguir, com algumas técnicas para alcançar seus objetivos.

Para começar, é preciso entender que posicionamento se trata de estratégia e que ela não trabalha sozinha, ela vem auxiliada por um conjunto. Esse conjunto de estratégias chama-se Branding e ele que vai nortear sua empresa.

O Branding vem do termo Brand Management, que traduzindo do inglês significa: Gestão de Marca. Sendo, portanto, esse conjunto de estratégias que irá compreender o seu negócio como um todo, externa e internamente. 

A história do Branding é antiga, tem cerca de 4.000 anos, quando os produtores começaram a colocar simples selos de pedra em produtos.

Isto que depois se transformou em selos de barro com imagens impressas, muitas vezes associadas à identidade pessoal do produtor, dando personalidade ao produto.

Imagine como uma fachada de loja de roupas precisa ser bem pensada para que os clientes queiram entrar na loja, continuar voltando lá e além disso, se sintam representados pelos produtos.

O que está sendo exposto e a forma como as coisas estão dispostas, não só na fachada, mas também no interior dessa loja, será organizado para aproximar o cliente mais compatível com a proposta da sua marca. 

Trata-se de criar um relacionamento ou uma conexão entre o produto de uma empresa e a percepção emocional do cliente para assim fidelizá-lo. Por isso, o produto e os valores da sua empresa precisam ter consistência.

Assim se faz com todos os negócios e o instrumento utilizado para isso é o Branding, essa soma de táticas que visa alinhar sua marca e a mente do público-alvo. 

Não é só o produto que importa aqui, mas o consumidor e sua maneira de consumir e de se relacionar com a sua marca. 

Portanto, se a pessoa tem um público fiel ao seu produto, ela tem uma marca forte porque seus clientes vão, inclusive, defendê-la e fazer filas e filas para comprar. 

Com o Branding certo, uma empresa que trabalha com agulha acupuntura individual terá sempre uma cartela de clientes fidelizada que se manterá não só comprando seu produto como também, indicará para outros.

Até porque, nos dias de hoje, apenas um produto de qualidade não garante a compra, o consumidor está de olho no todo, como a marca se relaciona com seus clientes, como ela se posiciona nas redes sociais, como ela trata seus funcionários.

Tudo, é importante no momento de estruturar sua marca, até a paleta de cores de uma empresa pode definir a compra de um cortina blecaute rolo sob medida. Por isso, tudo precisa ser bem planejado.

Por isso, para elaborar um Branding de qualidade, preste atenção nas seguintes técnicas

  1. Defina os valores da sua marca

Só depois de pensar bastante sobre eles e, olhar por todos os ângulos, é possível elaborar um bom plano. 

Portanto, liste seus valores e reflita sobre eles, pois eles irão orientar a “personalidade” da sua marca e sua atuação no mercado.

  1. Conheça profundamente seu público

Conheça sua clientela, seu modo de consumo, todos os públicos envolvidos no negócio. Mergulhe no universo do seu cliente, saiba de tudo, cada pequeno detalhe. É preciso manter um relacionamento próximo com sua clientela.

Assim, por exemplo, se você tem uma loja de bolsas, será possível mapear o perfil de um cliente que procura bolsa transversal feminina grande e atender seu desejo, antes de outra marca.

  1. Assertividade: Que problema sua marca pode resolver?

Para isso, é preciso definir quais são os problemas dos seus clientes e quais soluções sua marca pode trazer para eles. Uma outra questão importante, é saber quais são os interesses que movem os movem.

Essas vantagens precisam estar localizadas e expressadas no posicionamento da sua marca.

Afinal, o que as pessoas precisam nesse mundo cheio de problemas, é solução e é isso que elas procuram em uma compra, portanto, saiba entregar soluções.

No entanto, vale lembrar que é necessário que se ofereça aquilo que se pode cumprir, soluções honestas são mais frutíferas que promessas vazias, pois não geram clientes insatisfeitos.

  1. Conheça a concorrência

Faça uma análise sólida, sistemática e precisa da atuação da concorrência. Como eles se relacionam com os clientes, quais seus pontos fortes e fracos, como o público os avalia.

Isso te ajudará a conhecer os erros já cometidos para que sua empresa não os cometa. Será possível ter uma visão de estratégias que foram boas e as que não foram. 

Além disso, te ajudará na tarefa de se diferenciar mais ainda e, consequentemente, se destacar. 

Se um negócio X de hidrante predial, sabe as necessidades do seu ramo e tem  capacidade de solucionar rápido as necessidades dos seus clientes, é lógico que ele se destaque em relação à concorrência.

  1. Identifique e evidencie os seus diferenciais

Mapeie seus diferenciais e ao encontrá-los, mantenha-os em foco. Lembre-se de estar sempre os colocando em evidência para seus clientes, além disso, sempre reavalie-os e identifique em que pontos eles podem ser fortalecidos.

Proponha a sua clientela experiências únicas, elabore uma forma singular de ação e trabalho, essas são formas de se diferenciar, mas elas necessitam conhecimento do seu público.

Saiba focar no que te torna diferente, uma empresa de recuperação de rosca pode se posicionar muito bem se estiver consciente e souber valorizar seus diferenciais.

  1. Esteja atento às deficiências do seu negócio.

É importantíssimo estar em constante autocrítica e reavaliação para garantir uma melhora contínua do seu serviço. Caso receba reclamações, as acolha e as resolva assim que possível.

Assim, sem dúvida alguma irá te diferenciar no mercado em relação a outras empresas. Por isso, ouvir o cliente é uma tarefa diária no calendário de qualquer negócio de sucesso.

  1. Conecte-se com seus clientes

Quando nos conectamos profundamente com algo ou alguém, isso gera relações fortes e duradouras. Hoje, o mundo das vendas não se resume a vender a todo custo, qualquer cliente que perceba que isso é um definidor da marca, pouso se conectará.

Sua marca pode ser além de um produto, pode se integrar a vida de seus consumidores, tudo depende de qual plano você irá traçar para isso.

Foque, portanto, em estreitar relações. Assim você habitará a mente dos consumidores de forma positiva. Para isso, é preciso elaborar estratégias que humanizem sua marca. Como a elaboração da persona ou o storytelling.

Mesmo uma empresa que vende ribbon para impressora zebra gc420t pode entrar no dia a dia de uma família, tudo depende de um bom posicionamento de marca.

  1. Defina uma persona.

Agora, um ponto importantíssimo para uma estratégia de Branding é a definição da persona da sua marca. 

É ela que vai dar corpo ao plano, assim como todos temos uma personalidade que se expressa, sua marca terá uma e quando o tom estiver definido, tudo se torna mais fácil.

Exemplo, se sua marca tem uma atitude mais jovial e descontraída, esse será o tom da comunicação com os clientes, desde as redes sociais até as roupas dos funcionários vão expressar essa persona.

Para montar sua persona, você precisa saber:

  • Quem é o seu público;
  • Como ele se comunica;
  • Como se comporta;
  • O que deseja.

Se a sua marca já existe, é preciso estar sempre fazendo pesquisas de imagem de marca com seus consumidores, para poder identificar quais são as qualidades e características que estão sendo atrelados a sua marca.

Se sua marca ainda não existe, essa pesquisa é ainda mais importante. Pois nela, você irá compreender o que o seu consumidor deseja de uma marca de determinado segmento.

Mesmo uma empresa que trabalha com manutenção de bateria de empilhadeiras grande, pode definir uma persona e assim, dar mais consistência ao seu negócio. Um bom Branding só se concretiza quando a marca se incorpora no dia a dia do cliente. 

Considerações finais

Sendo assim, após dominar essas técnicas, será possível ver as vantagens de um Branding. Ele dará consistência a sua marca, diferenciação e competitividade no mercado e irá realçar o valor do seu negócio.

Tenha consciência de como você quer que a sua marca seja conhecida. Branding se trata de como você quer que os clientes vejam a sua marca e não sobre como eles a vêem. Tudo isso, obviamente, é muito bem pensado.

Essa estratégia é muito importante e diversas empresas de sucesso a utilizam. Por isso mesmo, é muito difícil que o seu negócio se destaque hoje em dia sem um bom Branding.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.