(71) 3033-5816

maxxi.mudancas@hotmail.com

Seg - Sext : 8AM - 18PM

Horário Comercial

Transporte em Salvador trata sobre a questão da mobilidade urbana no município brasileiro de Salvador, e sua respectiva região metropolitana, capital do estado de Bahia. Os problemas de tal mobilidade enfrentados pela população da cidade são considerados um dos maiores males do município.[1]

O transporte nas ruas e avenidas da cidade vem demonstrando sinais de saturação durante os últimos anos. Apesar das diversas mudanças de tráfego já realizadas, os engarrafamentos ainda são constantes nas principais avenidas de Salvador durante os horários de pico.

Veículos particulares

Em cinco anos a frota do estado de Bahia sofreu uma longa elevação, chegando a quase dobrar a quantidade. Na capital não é diferente. Segundo a Agência Municipal de Trânsito de Salvador (AMT) em março de 2012 a frota da cidade já ultrapassava mais de um milhão de veículos nas ruas.[11] Esse número é semelhante a de outras metrópoles onde a população é maior, como Belo Horizonte. Salvador também possui a maior frota de motos no Brasil, com mais de trezentas mil motocicletas nas ruas da cidade,[12] e as imprudências causadas pelos condutores de tais veículos não para de crescer no município.[13]

Ônibus

 Transporte mudança

Ônibus coletivo da RMTC em Salvador no ano de 2009.

Um dos grandes problemas do sistema de ônibus salvadorense é o alto custo unitário das passagens,para viagens curtas, o que leva a ser mais vantajoso andar de moto do que de ônibus em alguns casos. A tarifa atual vigente , desde 3 de fevereiro de 2016, é de R$ 3,70.[14]Além do alto custo das passagens existem outros fatores igualmente relevantes que devem ser destacados no momento em que o salvadorense realiza sua escolha entre usar o veículo pessoal ou o ônibus, que são a falta de conforto dos coletivos, a insegurança em chegar ao seu trabalho no horário correto, a falta de frequências adequadas para determinados horários do dia e o fato de que tanto o ônibus quanto os carros transitam na mesma via, ou seja, caso haja congestionamento ambos serão prejudicados e andarão a uma velocidade muito semelhante, sendo que no caso do ônibus existe a agravante de que o mesmo deve realizar paradas frequentes para deixar e/ou pegar passageiros.
mudanças transporte Salvador